Homenagem ao trabalhador alentejano

Cerca de 200 pessoas participaram, dia 19 de Maio, numa homenagem ao trabalhador alentejano, promovida pela União de Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) e Casa do Alentejo.

De manhã, o núcleo do Porto da URAP visitou o Museu do Aljube. Antes do almoço, no pátio centralda Casa do Alentejo, em Lisboa, actuou o Grupo Coral Alentejano «Os Amigos do Barreiro». Rosa Calado, vice-presidente da Casa do Alentejo, e César Rousado, da direcção da URAP, saudaram os presentes em nome da Comissão Organizadora. Entre outros, estiveram presentes Adelino Pereira da Silva, António Gervásio, Conceição Matos, Domingos Abrantes, Encarnação Raminho, Faustina Barradas, João Queirós e Maria José Ribeiro.

A cerimónia contou também com a assinatura de um protocolo entre a Casa do Alentejo e a URAP, rubricado por João Proença, presidente da Casa do Alentejo, e por Marília Villaverde Cabral, coordenadora da URAP, visando a realização de acções futuras.

O livro «Forte de Peniche – Memória Resistência e Luta», uma edição da URAP, foi apresentado por Vítor Dias e José Pedro Soares. O momento prosseguiu com a declamação de poemas por Domingos Lobo e Manuel Diogo e a actuação da fadista Mira Serrano e do grupo «Os Amigos do Barreiro».

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: