Aconteu
Pobreza é herança das gerações futuras

Um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) sobre mobilidade social estima que só dentro de 125 anos os descendentes de uma família portuguesa de fracos recursos poderão alcançar o salário médio.

O estudo, divulgado dia 15, indica que em Portugal a condição económica transmite-se «fortemente» de geração em geração: 24 por cento dos filhos de pais com baixos rendimentos acabam também por ter baixos rendimentos.

Relativamente ao tipo de ocupação, 55 por cento das crianças de famílias de trabalhadores manuais vêm a ter a mesma ocupação dos pais, contra 37 por cento da média da OCDE. Já os filhos de gestores têm cinco vezes mais probabilidades de serem também gestores.

A mobilidade ao longo da vida é igualmente limitada no nosso País: 67 por cento dos que auferem rendimentos mais baixos não conseguem ascender a um nível superior de vida.

Para aumentar a mobilidade social, a OCDE propõe três medidas essenciais: apoiar as crianças de meios desfavorecidos, assegurando uma boa educação pré-escolar, combater o desemprego de longa duração e aumentar o nível de qualificações através da educação para adultos.


Custos do trabalho diminuem em Portugal

Os custos horários da mão-de-obra em Portugal diminuíram 1,5 por cento, no primeiro trimestre do ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo dados do Eurostat divulgados dia 15, a quebra em Portugal foi a única observada na zona euro e em toda a União Europeia, onde os custos do trabalho aumentaram dois por cento e 2,7 por cento, respectivamente.

Os principais aumentos registaram-se na Roménia (12,7%), na Letónia (11,2%) e na Hungria (10,3%).


Festival de Almada homenageia Carmen Dolores

A 35.º edição do Festival de Teatro de Almada vai homenagear a atriz Carmen Dolores, de 94 anos, com a estreia da peça «Carmen», uma coprodução do Teatro Meridional e Teatro da Trindade.

O festival decorrerá entre os dias 4 e 18 de Julho.


Filipa Martins brilhou na Taça do Mundo

A ginasta olímpica portuguesa Filipa Martins conquistou, dia 16, a medalha de prata em paralelas assimétricas na Taça do Mundo de ginástica artística, que decorreu em Guimarães entre os dias 14 e 17.

Filipa Martins obteve 13 150 pontos, repartindo o pódio com a mexicana Ahtziri Sandoval, que conquistou o ouro, com 13 450 pontos, e com a espanhola Helena Bonilla, medalha de bronze, com um total de 13 100 pontos. No último dia da competição, a atleta obteve ainda o quarto lugar na final de trave.


Selecção vence mundialito de futebol de praia

A selecção portuguesa venceu, dia 17, o Mundialito de futebol de praia, disputado na Costa de Caparica, em Almada, ao vencer a Espanha por 2-1 nas grandes penalidades, depois de esgotado o tempo regulamentar com um empate a 3-3.

Portugal esteve a vencer por 2-0, com tentos de Bê Martins e Jordan, mas a Espanha passou para a frente com três pontapés de «bicicleta», dois de Eduard Molina e um de Llorenç. O jogo foi para prolongamento após o golo de Madjer, período em que nenhuma das equipas conseguiu marcar.



Resumo da Semana
Frases