Um mundo a explorar

Além do Palco 25 de Abril e do Auditório 1.º de Maio, cujo programa é amplamente tratado neste suplemento, existem mais palcos e espaços de animação a descobrir em toda a Festa.

Em Lisboa, o Café Concerto e o Espaço do Fado, os palcos de Setúbal e do Alentejo ou o Palco Solidariedade, junto ao Espaço Internacional.

A programação é variada e a qualidade garantida! Perto da Cidade da Juventude estará, uma vez mais, o Palco Novos Valores, onde actuarão as oito bandas vencedoras do concurso promovido pela JCP, que já vai na sua 21.ª edição. O concurso constou, este ano, de 30 eliminatórias em que participaram mais de 70 bandas, que constituíram momentos de reivindicação de um por cento para a Cultura. Apuradas no concurso foram: Yagmar (Lisboa, Indie Rock), Cruzamente (Porto, Pop Rock), Mustang (Braga, Indie Rock), Pálidos (Setúbal, Surf Rock), Marufa (Centro Litoral, Indie Rock), Harpia (Centro Interior, Indie Rock), No Relation (Algarve, Rock).

A estas juntam-se as bandas convidadas, Keso (Hip-Hop), Fugly (Rock-Lobster), Scúru Fitchádu (Punk/Funaná) e Vado Má Ki Ás (Rap Crioulo).

Pelo Palco Arraial, este ano situado perto da entrada da Quinta da Princesa, passará uma vez mais a diversidade da etnografia do nosso País, a música popular portuguesa emergente e de intervenção. Pelo recinto da Festa é possível tropeçar em momentos de animação de rua, que através da música e da performance confere um ambiente único e popular, de festa e alegria.

Fascismo e identificação de um País – poderia ser o mote do Avanteatro em 2018. Se não percebemos o que neste país se passou, e durante quanto tempo, arriscamo-nos a não entender nada do que se passa.

O que se passou perdura, e forma a identidade de um país e de um povo. Para a identificação de um País, e para o delinear de futuros possíveis, o teatro tem uma palavra a dizer. Outra vertente da Festa que atrai milhares de visitantes é o Desporto, este ano com mais de 30 modalidades, muitas de alta competição, lado a lado com modalidades desportivas e recreativas de raiz profundamente popular: artes marciais, ginástica, desportos colectivos, modalidades adaptadas e jogos tradicionais, para além da Corrida e da Caminhada da Festa. Será uma vez mais possível apreciar o intenso e meritório trabalho de muitas dezenas de associações e colectividades de cultura, recreio e desporto.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: