13 mil assinaturas pelo fim das armas nucleares

Hoje, uma delegação do Conselho Português para a Paz e Cooperação e da Associação Juvenil Projecto Ruído vai entregar no Gabinete da Presidência da Assembleia da República, às 15 horas, as mais de 13 mil assinaturas recolhidas na petição «Pela paz, pela segurança, pelo futuro da humanidade – Pela assinatura por parte de Portugal do Tratado de Proibição de Armas Nucleares».

Este tratado – que precisa de ser ratificado por 50 países – foi aprovado há um ano por 122 estados participantes numa conferência das Nações Unidas, realizada para o efeito.

Cimeira da NATO
A campanha «Sim à paz! Não à NATO», promovida por várias organizações e movimentos sociais, para contestar os propósitos belicistas da Cimeira da NATO (nos dias 11 e 12 de Julho, em Bruxelas), vai passar por Évora (7 de Julho, 11h00, na Praça do Giraldo), Lisboa (9 de Julho, 18h00, no Largo Camões), Coimbra (10 de Julho, 15h00, na Praça 8 de Maio), Faro (10 de Julho, 18h00, na Rua Santo António) e Porto (12 de Julho, 18h00, na Rua de Santa Catarina).

No próximo sábado, 7, o CPPC marcará presença na manifestação que se realiza em Bruxelas, promovida por uma plataforma de movimentos, entre os quais se encontra a organização membro do Conselho Mundial da Paz, Intal.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: