Mesmo preso, Lula será o candidato do PT às presidenciais
«Vamos festejar e muito», diz Lula ao povo brasileiro

OPTIMISMO Mais de 60 mil pessoas assistiram, no sábado, 28, no Rio de Janeiro, ao Festival Lula Livre e ouviram uma mensagem de optimismo e luta do ex-presidente brasileiro, preso há 120 dias em Curitiba.

«Ainda vamos festejar e muito – a alegria, a liberdade e a justiça de um povo que não tem medo e que não se entrega», escreveu o fundador e líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil, Lula da Silva, detido numa prisão da polícia federal.

A carta foi dirigida aos artistas e espectadores do Festival Lula Livre e foi lida à multidão reunida nos Arcos de Lapa, no Rio, que assistia ao maior evento político-cultural realizado este ano na cidade, com a participação de mais de 40 artistas, entre os quais Chico Buarque e Gilberto Gil.

O objectivo do festival foi exigir a liberdade imediata do ex-presidente brasileiro, «preso político desde 7 de Abril», e exigir «o regresso do país à normalidade democrática», como realça um texto do músico e escritor Chico Buarque e do cantor e compositor Martinho da Vila. O escrito acentua que é inadmissível impedir que Lula participe como candidato nas eleições presidenciais de Outubro, bem como mantê-lo preso, «num acto de flagrante desrespeito pelas regras mais elementares da Justiça».

Na carta da prisão, Lula agradeceu a solidariedade dos participantes no festival e recordou que, no Brasil, no passado, quando a sociedade se calou perante a opressão, foram músicos, escritores, cineastas, actores, dramaturgos, bailarinas, artistas plásticos, cantores e poetas quem lembrou que «amanhã seria outro dia».

Lula destacou que muitos artistas e intelectuais brasileiros estiveram sempre com o povo e que, agora, «nesta que é outra página infeliz da nossa história, se unem novamente ao povo brasileiro para soltar a voz em nome da liberdade».

Já depois do festival, a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, assegurou que, mesmo estando preso, Lula será o candidato do partido às eleições de Outubro. Num artigo no sítio web do PT, a dirigente confia que a convenção nacional do partido confirmará esta semana a candidatura de Lula, que será registada a 15 de Agosto no Tribunal Superior Eleitoral.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: