Vidas que podiam ser poupadas no IP3

A Associação de Utentes e Sobreviventes do IP3, em nota de imprensa de 27 de Julho, deu conta de «mais um acidente grave (com duas mortes) motivado por colisão frontal ocorrida num dos pontos negros do IP3» e reafirmou a «urgência de intervenção» naquela via.

«Que avancem as obras sem mais demoras, porque os sucessivos acidentes que continuam a acontecer ilustram bem a perigosidade da via», reclama a associação, que exige, entre outras propostas, a urgente «requalificação integral do IP3 em perfil de auto-estrada sem portagens, para que de uma vez por todas deixem de existir pontos negros no futuro traçado do IP3».

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: