Greve na grande distribuição

O Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritórios e Serviços de Portugal (CESP) informou que os trabalhadores de estabelecimentos da grande distribuição vão estar em greve a 12 de Setembro.
Os trabalhadores reivindicam o aumento dos salários sem a redução do valor pago pelo trabalho suplementar, uma contrapartida exigida pelo patronato. O sindicato da CGTP-IN reclama também o fim da tabela B (na qual os trabalhadores em topo de carreira recebem por mês 585,99 euros, em comparação com os 626,79 euros da tabela A) e a aplicação em todo o País da tabela mais alta, que só vigora hoje nos distritos de Lisboa, Porto e Setúbal. É exigida ainda a equiparação da carreira profissional dos operadores de armazém à carreira dos operadores de loja (que em topo de carreira recebem o salário mínimo nacional de 580 euros).
Com estes objectivos foi realizada em Abril, pelos trabalhadores dos super e hipermercados, uma quinzena de luta e uma greve no 1.º de Maio, também em defesa do direito ao feriado.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: