Aconteu
35.ª edição da Seixalíada

Mais de três mil pessoas participaram, sábado, 22, na Festa de Abertura da 35.ª edição da Seixalíada, que teve lugar no Parque Urbano de Fernão Ferro.

Na ocasião, Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal do Seixal, referiu que «o desporto é uma área de grande importância no município, tendo em conta todos os benefícios que traz à população, em termos de saúde e também em termos de ocupação de tempos livres, sendo a Seixalíada a iniciativa desportiva popular de maior dimensão do concelho, não existindo nenhuma igual no País».

A Seixalíada apresenta este ano uma oferta de 56 modalidades, que vão das artes marciais, às actividades náuticas, futebol e patinagem, entre outras. Esta edição, até 20 de Outubro, conta com novas modalidades, como o duatlo, que integra pela primeira vez o calendário da Seixalíada. O desporto adaptado marca presença com o corfebol, andebol adaptado, boccia e futebol para cegos, bem como com actividades de experimentação de tricicleta e slalom.


Prémio de Conto Manuel da Fonseca

A obra «Um Fiel Jardineiro e Outras Histórias», da autoria de Maria de Fátima Ferreira Rolão Candeias, venceu a 12.ª edição do Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca, instituído pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém. A cerimónia de entrega do prémio, está marcada para o dia 20 de Outubro, na Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Santiago do Cacém.


Greve contra assédio na McDonald's

No dia 18 de Setembro, trabalhadores do McDonald's realizaram, em dez cidades norte-americanas, uma greve laboral contra o assédio sexual na empresa, em consonância com o movimento #MeToo.

O protesto acontece quatro meses depois de vários funcionários apresentarem uma denúncia à Comissão de Igualdade de Oportunidades no Emprego. O objectivo foi protestar contra a incapacidade da cadeia de fast food em pôr fim aos episódios constantes de assédio sexual de que os trabalhadores são alvo.


Cinema clama por paridade

O Festival de Cinema de San Sebastian assinou, no domingo, a Carta Pela Paridade e pela Inclusão das Mulheres no Cinema. O documento é uma iniciativa do colectivo 50/50x2020, lançada oficialmente em Maio no Festival de Cinema de Cannes com o objectivo de sensibilizar a opinião pública, mas sobretudo os decisores e agentes da indústria cinematográfica para a falta de diversidade de género e para as disparidades sociais e laborais entre homens e mulheres.

Segundo o colectivo, na última década (entre 2006 e 2016), em cada cinco filmes, apenas um foi rodado por uma mulher. Dos 2066 cineastas contabilizados naqueles anos, 23 por cento eram mulheres e 77 por cento homens.

A 66.ª edição do Festival – este ano com cerca de 300 filmes de escola de 41 países – começou no dia 21 e termina no sábado, 29.


Bronze nas danças de salão

Os dançarinos Sérgio Lourenço e Cátia Cerqueira,ao serviço da Selecção Nacional e da Federação Portuguesa de Dança Desportiva, obtiveram o primeiro pódio de sempre de um par português nas competições federativas internacionais, ao alcançarem o terceiro lugar nos Campeonatos do Mundo de Profissionais Masterclass Latinas, que decorreu este fim-de-semana, 22 e 23 de Setembro, na cidade de Bertrange, no Luxemburgo.

A nível nacional representam o Clube Recreativo e Desportivo de Miratejo, onde são professores de danças de salão, tendo já formado alguns dos melhores pares nacionais da actualidade.



Resumo da Semana
Frases