Encontro pela Paz afirma-se em todo o País

São várias e diversificadas as iniciativas que se têm realizado em todo o País visando a divulgação do Encontro pela Paz que tem lugar no Pavilhão Paz e Amizade, em Loures, no próximo dia 20.

No dia 8, segunda-feira, a Unicepe, no Porto, acolheu o debate «Pela paz, todos não somos demais!», no qual participaram D. Januário Torgal Ferreira, antigo bispo das Forças Armadas, Avelino Gonçalves, membro da Presidência do CPPC, Tiago Oliveira, coordenador da USP/CGTP-IN, e Rui Vaz Pinto, presidente da Unicepe. A moderação esteve a cargo de Ilda Figueiredo, presidente da direcção do CPPC. No mesmo dia, mas na sede da Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto (CPCCRD), realizou-se uma iniciativa semelhante, na qual intervieram João Barreiros (CGTP-IN), Augusto Flor (CPCCRC), Manuela Pontes de Sousa (CPPC), Solange Pereira (JOC), Carlos Almeida (MPPM) e Francisco Canelas (URAP).

Iniciativas semelhantes, mas do CPPC, tinham sido realizadas na semana anterior no Porto, com sindicalistas, e em Viana do Castelo.

O Encontro pela Paz surge de um desafio lançado pelo CPPC ao qual aderiram num primeiro momento a Câmara Municipal de Loures, Movimento dos Municípios pela Paz, CGTP-IN, CPCCRD, LOC, Fenprof, URAP, MDM, JOC, MPPM e Pastoral Operária. No Encontro, que terá muito espaço disponível para debate, estarão em discussão três grandes temas: Paz e Desarmamento, Cultura e Educação para a Paz e Solidariedade e Cooperação. A participação é gratuita e as inscrições devem ser feitas para o endereço electrónico encontropelapaz@cppc.pt.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: