X Congresso da OR da Madeira do PCP contribuiu para preparar próximas batalhas

ORGANIZAÇÂO O Partido saiu do X Congresso da Organização Regional da Madeira (ORM), realizado no passado fim-de-semana, no Funchal, mais forte e preparado para enfrentar as exigentes batalhas políticas e eleitorais que se avizinham, salientou Jerónimo de Sousa.



Partido cresce e reforça-se no Complexo Industrial de Sines

REFORÇO A organização do Partido no Complexo Industrial de Sines tem vindo a crescer, com novos militantes, células reforçadas e uma maior intervenção na luta dos trabalhadores.



Assembleia em Setúbal aponta ao reforço da organização

ORGANIZAÇÃO «Democracia e Socialismo, um PC mais forte e influente no concelho de Setúbal», foi o lema da 14.ª assembleia daquela organização concelhia, realizada no dia 25 de Novembro, que reuniu 120 delegados.



Concelhia do Seixal do PCP sai mais forte da Assembleia

PARTIDO Os comunistas do Seixal reuniram a sua 12.ª Assembleia da Organização Concelhia (AOC), onde sobressaiu um colectivo pronto para os desafios do presente e com os olhos no futuro.



Campanhas do PCP para construir o futuro

PCP desmente especulação na Ajuda

Soluções justas para fazer face ao avanço do mar

Por um efectivo combate à corrupção

O caso judicial que envolve a Associação Industrial do Minho e várias empresas do distrito de Braga e o «alegado esquema fraudulento envolvendo a Associação Comercial e Industrial de Barcelos» reforçam, na opinião do PCP, a «importância do combate decidido à fraude e corrupção». Num comunicado da Direcção da Organização Regional de Braga do PCP, emitido na semana passada, lembra-se as várias propostas apresentadas pelo Partido, ao longo dos anos, sobre estas matérias, «desde o combate aos offshore ao enriquecimento injustificado, à criminalidade económica e financeira, passando pelo reforço da cooperação judiciária internacional e pelo reforço dos meios de fiscalização do Estado».

No primeiro caso, há já 126 pessoas e empresas acusadas de diversos crimes, envolvendo a suspeita de desvio de cerca de 10 milhões de euros. Sendo certo que o processo decorre ainda em tribunal, o PCP lembra não ser a primeira vez que há suspeitas sobre o uso dado aos chamados «fundos europeus»: esquemas de facturação falsa, truques contabilísticos e cumplicidades entre diversos intervenientes «têm permitido a criação de redes interessadas em obter ilegalmente fundos a que não teriam direito», denuncia o Partido.

Nestes dois casos, como noutros, «vêm a público ligações dos acusados com figuras proeminentes do poder político, nomeadamente a figuras de relevo no PS e no PSD, e com os grandes grupos económico, bem como da circulação, estilo “porta giratória”, entre cargos públicos e posições de destaque nos quadros de empresas privadas». Situações destas revelam, ainda, «uma certa banalização das situações em que redes de tráfico de influência com ligações a centros de poder político e económico alimentam teias de corrupção».




Defender os postos de trabalho na Jado Ibéria

Festa para todos em Setembro

Feiras do livro da Editorial «Avante!» em Lisboa e Porto até dia 22

A corajosa comunista Aida Paula nasceu há 100 anos

EVOCAÇÃO Assinala-se 100 anos do nascimento de Aida Paula, militante comunista que dedicou toda a sua vida ao Partido e à luta pela liberdade e a democracia. Passou 20 anos na clandestinidade e oito na prisão.



Breves