Estratégia para desenvolver Arraiolos

Em Arraiolos, o orçamento da autarquia para 2019, num total de 11 896 384 euros, e as grandes opções do plano (GOP) foram aprovadas na Câmara (com os votos a favor dos quatro eleitos da CDU e a abstenção do PS) e na Assembleia Municipal (votos a favor da maioria CDU, abstenção do PS e voto contra do PSD).

Em comunicado, o município realçou a subida de 8,7 por cento no orçamento do próximo ano, devido a factores como o «aumento previsível de 5,8 por cento das transferências» do Orçamento do Estado para 2019.

A «contratação de empréstimo bancário de médio/longo prazo para investimento» e «a previsão da comparticipação de receitas de capital de candidaturas aprovadas no âmbito do Portugal 2020» foram os outros dois factores apontados pela Câmara para justificar o incremento.

Os documentos agora aprovados, referiu a autarquia, contêm «os principais objectivos estratégicos» do município, que passam pela «promoção e qualificação dos serviços públicos» e «promoção e racionalização dos recursos financeiros e orçamentais na perspectiva de uma gestão eficaz e equilibrada».

«Integram ainda estes objectivos a acessibilidade, mobilidade e segurança na área do concelho e a qualificação do espaço público municipal», com «a reabilitação e requalificação urbana e o desenvolvimento de projectos em parceria com outras entidades», capazes de «potenciar o desenvolvimento local e regional», acrescentou.

Projectos com futuro
Sílvia Pinto, presidente da autarquia, assinalou que o município não tem «pagamentos em atraso», com «mais de 90 dias», e que as dívidas existentes a fornecedores «são as decorrentes do normal funcionamento da actividade».

No orçamento para 2019, realçou, «mantém-se a preocupação social», com a «continuação da adopção do tarifário social» e dos «regulamentos de acção social e apoio aos munícipes em vigor, sem prejuízo da adopção de outros, nomeadamente de apoio aos Bombeiros Voluntários, cujo processo está a decorrer».

Entre os projectos que estão previstos, a autarca destacou a criação da Rede Pedonal de Ligação a Espaços Públicos, a construção de uma pista de atletismo no Campo Cunha Rivara, a conclusão da intervenção no edifício do cineteatro, a reabilitação e promoção do mercado municipal ou o projecto de valorização do Tapete de Arraiolos, entre outros.

A Câmara, frisou também, «continua a considerar fundamental a fixação de população e a atracção de visitantes», estando previstos investimentos em áreas como a beneficiação de arruamentos e caminhos municipais, construção de loteamentos, reabilitação das zonas urbanas e valorização do património.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: