Bem podem começar a convidar para o debate quem negue Auschwitz e que Hitler dele tinha conhecimento. Dizem por aí que também é ‘tabu’.”

(Manuel Loff,10.1.19)

 

A defesa do ódio e da violência, que Mário Machado já perpetrou dezenas de vezes, é crime, e as organizações que defendem uma ideologia racista estão proibidas pela Constituição.”

(Pedro Marta Santos,10.1.19)

 

À semelhança da TAP, é urgente proceder à reversão da privatização dos CTT, dar ao Estado o controlo acionista e apurar ‘desvarios’ e prejuízos causados ao país.”

(Artur Penedos, Público,11.1.19)

 

Ergueu-se um mundo novo que recusa ser controlado por ordens imperiais de um só país e dos seus satélites.”

(Nicolas Maduro, Correio da Manhã,11.1.19)

 

Não há um único país [na América Latina] sem uma campanha diária constante, de mentira, sobre a revolução bolivariana, sobre Chávez e, agora, sobre este humilde cidadão, Nicolas Maduro.”

(Nicolas Maduro, Público,11.1.19)

 

A Venezuela não está sozinha.”

(Evo Morales, i,11.1.19)

 

Só dogmáticos do neoliberalismo, propagandistas empedernidos da política de direita ou cegos à realidade económica do país durante estes 20 anos [de euro], podem falar em sucesso!”

(Agostinho Lopes, Jornal Económico,11.1.19)

 

Mas temos de fazer isto [o museu da Resistência e da Liberdade, em Peniche], até por aquilo tudo que toda a gente sofreu.”

(Paula Silva, Público P2,13.1.19)

 

Da que se convencionou chamar de ‘geração mais bem preparada de sempre’, arriscamo-nos a aproveitar ‘poucachinho’.”

(Tiago Mota Saraiva, i,14.1.19)

 

Para quem se entretém a fragilizar os sindicatos considerando-os máquinas orientadas para greves e pouco atentas às pessoas, o apoio e mobilização à volta de Cristina [Tavares] são um bom exemplo do que o sindicalismo tem de mais nobre e solidário.”

(Inês Cardoso, Jornal de Notícias,14.1.19)