Militares, GNR e PM

A publicação do DL 65/2019 «não é o fim do caminho», declararam no dia 21 as associações profissionais de militares (ANS, AOFA e AP), a Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Sócio-Profissional da Polícia Marítima. Com aquele diploma, que «em si é injusto mas também cria outras injustiças», o Governo assume «uma clara atitude de fuga à intenção de ver corrigidas as consequências do tempo de serviço que esteve congelado», afirmam as cinco estruturas, que «reforçam a necessidade de se manter a determinação e a união em torno deste e de outros combates».



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: