Participaram 1200 convidados de 150 organizações de 70 países
PCP presente em Caracas no XXV Fórum de São Paulo

SOLIDARIEDADE A participação do PCP, no quadro da sua contribuição para o reforço da frente anti-imperialista, permitiu expressar a solidariedade dos comunistas portugueses com os povos da América Latina e Caraíbas.

Realizou-se em Caracas, de 25 a 28 de Julho, o XXV Encontro do Fórum de São Paulo (FSP), que teve como lema «Pela Paz, Soberania e a Prosperidade dos Povos. Unidade, Luta, Batalha e Vitória!».

Neste Encontro do FSP, participaram mais de 1200 delegados e convidados nacionais e internacionais, de 150 organizações e 70 países, numa clara expressão de unidade anti-imperialista e solidariedade com os povos latino-americanos e caribenhos que enfrentam a ingerência e ataques à sua soberania pelo imperialismo norte-americano e o conluio das oligarquias nacionais.

Em várias sessões temáticas e plenárias do FSP reuniram-se partidos e forças democráticas, progressistas e revolucionárias de toda a América Latina e Caraíbas e também convidados de outros continentes, onde se denunciou a agenda neoliberal e a incessante campanha de deslegitimação dos processos progressistas na região, e se expressou a solidariedade, em particular com o povo venezuelano, que acolheu o Fórum.

A par do programa do FSP, realizaram-se vários debates e conferências sobre as questões das mulheres, jovens, povos indígenas, os programas sociais da Venezuela Bolivariana como no direito à habitação, saúde, alimentação, entre outros.

A delegação do PCP presente participou no debate «Presente e futuro do processo social do trabalho», onde Agostinho Lopes, membro do Comité Central do PCP, interveio sobre a revolução científica e técnica em curso e o mercado da força de trabalho.

A presença do PCP em Caracas, no quadro da sua contribuição para o reforço da frente anti-imperialista, permitiu numerosos encontros com partidos comunistas e outros partidos de esquerda e progressistas, aprofundar o conhecimento da situação na América Latina e Caraíbas, em particular da Revolução Bolivariana, e expressar a solidariedade dos comunistas portugueses para com os povos da região.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: