Próxima cimeira da SADC realiza-se em 2020 em Moçambique
África Austral apela ao fim das sanções ao Zimbabwe

SANÇÕES Os líderes da SADC, organização de 16 estados da África Austral, pediram o levantamento das sanções económicas impostas por potências ocidentais ao Zimbabwe e que atingem os povos de toda a região.

O presidente da Tanzânia, John Magufuli, que assumiu a presidência rotativa anual da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), apelou às potências ocidentais para que levantem as sanções ao Zimbabwe.

Discursando em Dar-es-Salam, na 39.ª cimeira ordinária dos chefes de Estado e de Governo da SADC, Magufuli disse que o Zimbabwe enfrenta sanções desde 2002 e que quer abrir uma nova página e seguir em frente. Essas sanções, impostas pelos países ocidentais, afectam os povos do Zimbabwe e dos outros membros da SADC, sublinhou.

O dirigente tanzaniano destacou a estabilidade na região e insistiu que a paz e a segurança são as bases para a implementação de programas políticos, económicos e sociais tendo em vista o desenvolvimento. Mas reconheceu a persistência de problemas como a fome, a seca, o terrorismo, o crime organizado.

O presidente cessante da SADC, Hage Geingob, da Namíbia, elogiou os progressos alcançados pela organização na integração regional, industrialização e desenvolvimento sustentável, com vista a combater a fome, a pobreza e a miséria.

O encontro decorreu nos dias 17 e 18, no Centro Internacional Julius Nyerere, precedido por reuniões de peritos e do conselho de ministros da SADC. Foi dedicado ao tema da criação de um ambiente propício para o desenvolvimento industrial inclusivo e sustentável.

Os líderes concordaram em adoptar o kiswahili como uma das quatro línguas oficiais da SADC, a par do inglês, francês e português. O kiswahili é um idioma oficial da União Africana e a língua franca na maior parte da África Oriental.

A próxima cimeira da SADC, em 2020, realiza-se em Moçambique.

Angola, África do Sul, Botswana, República Democrática do Congo, Comores, Eswatini (ex-Swazilândia), Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Seicheles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe são os 16 países que integram a SADC.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: