Aconteu
Pedro Costa vence em Locarno

O realizador Pedro Costa conquistou, dia 17, com o filme «Vitalina Varela», o Leopardo de Ouro, prémio máximo do Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça

A actriz protagonista do filme, Vitalina Varela, foi agraciada com o Leopardo de Melhor Interpretação Feminina.

Pedro Costa, que já fora distinguido em Locarno, em 2014, com o prémio de melhor realização por «Cavalo Dinheiro», regressou este ano ao festival com um filme que fala de uma mulher cabo-verdiana que chega a Portugal três dias após a morte do marido, depois de ter estado 25 anos à espera de um bilhete de avião.

A actriz cabo-verdiana também foi distinguida com o Prémio Boccalino d'Oro para melhor actriz, que é um prémio paralelo ao Festival Internacional de Cinema de Locarno, entregue por um júri independente, criado por um grupo de programadores e cineastas em 2000.

O novo filme de Pedro Costa, cineasta independente nascido em Lisboa, em 1959, e que iniciou a actividade nos anos 90, estará ainda em competição, em Setembro, no Canadá e nos Estados Unidos.


500 anos da circum-navegação

Uma exposição, uma conferência e um concerto abriram, dia 13, um programa de actividades na Namíbia para comemorar o V centenário da primeira circum-navegação ao mundo, sob a liderança de Fernão de Magalhães e Juan Sebastián Elcano. As celebrações decorrem na capital do país, Windhoek, e na cidade costeira de Swakopmund.

O navegador português (1480-1521) notabilizou-se por ter organizado essa epopeia. Devido às dificuldades na viagem, apenas regressou a Espanha uma das cinco embarcações, em 1522, capitaneada pelo espanhol Elcano. Magalhães morreu um ano antes, na batalha no Reino de Mactan, actual arquipélago das Filipinas.


Costa-Gavras distinguido em Veneza

O realizador Costa-Gavras foi distinguido com o Prémio Jaeger-LeCoultre 2019 pelo Festival Internacional de Cinema de Veneza. O anúncio foi feito dia 14 pela Bienal de Veneza, que organiza o festival, em comunicado onde informa que o novo filme do cineasta francês de origem grega, «Adults in the Room», será exibido fora de competição, na 76.ª edição do certame dedicado ao cinema, que decorre entre 28 de Agosto e 7 de Setembro.

Costa-Gravas, de 86 anos, realizou mais de duas dezenas de filmes, entre os quais «O Capital» (2012), sobre as origens da crise financeira, «Golpe a Golpe» (2005), uma efabulação a partir do desemprego, ou «Missing» (1982), sobre o golpe fascista de Pinochet que derrubou Allende no Chile.


Descobertos desenhos de «O Principezinho»

Desenhos em tinta da china e aguarela de «O Principezinho», criados para o livro pelo escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, foram descobertos numa casa antiga no norte da Suíça, propriedade de um coleccionador de obras de arte falecido no final de 2018, entre milhares de obras de arte.

Adquiridos num leilão há mais de 30 anos, os desenhos estavam guardados numa pasta e «em bom estado», segundo o jornal diário Landbote, de Winterthur, que revelou na passada semana o achado.

O bêbado no seu planeta, a jibóia que digere o elefante, acompanhada de anotações manuscritas, e o Principezinho e a raposa são os desenhos do livro encontrados na pasta, que continha ainda um poema ilustrado com um pequeno desenho, mais uma carta de amor dirigida a Consuelo Suncín, mulher de Saint-Exupéry.

«O Principezinho» foi escrito em Nova Iorque, nos EUA, por Antoine de Saint-Exupéry durante a Segunda Guerra Mundial.


Festival Internacional de Música em Évora

Teve início ontem, 21, prolongando-se até domingo, a 2.ª edição do Festival Internacional de Música de Évora. São nove os concertos, envolvendo 20 músicos, nacionais e estrangeiros, que preenchem a programação, centrada nas sonoridades clássicas do Renascimento e do Barroco.

Este festival enquadra-se no programa do evento Artes à Rua, organizado pela Câmara de Évora, que decorre até ao próximo dia 5 de Setembro.


Escavações na antiga cidade romana de Balsa

Uma nova campanha de escavações arqueológicas foi iniciada na passada segunda-feira,19, na antiga cidade romana de Balsa, no concelho de Tavira.

Os trabalhos, que se prolongarão nos próximos três anos, visam «perceber qual a real extensão e os limites de Balsa», segundo João Pedro Bernardes, docente na Universidade do Algarve e responsável científico pelo projecto, que apresentou a iniciativa na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, em Tavira.

Balsa foi descoberta em 1876 pelo arqueólogo tavirense Estácio da Veiga, na zona da freguesia da Luz, onde efectuou as primeiras pesquisas após relatos de achados por parte da população.



Resumo da Semana
Frases