Paralisação na Super Bock a 27 e 28

Inicia-se na próxima terça-feira, 27, a greve de dois dias no sector da logística da Super Bock em Leça do Balio. A paralisação dos trabalhadores da Leta, empresa de prestação de serviços que labora em exclusividade para a cervejeira, foi decidida em plenário face à ausência de avanços claros por parte da entidade patronal no sentido da satisfação das suas reivindicações.

Os trabalhadores da área logística contestam o facto de, hoje, serem os mais mal remunerados de toda a área de trabalho, mesmo em regime de turnos e laboração contínua e não obstante a exigência técnica e mesmo física das funções que desempenham. Outros, graças à luta que travaram, acabaram por ser integrados nos quadros da Super Bock.

Para o Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (Sintab/CGTP-IN), que convoca a greve, a Leta pretende continuar a manter os preços actuais de prestação de serviço à Super Bock e a sua margem de lucro «à custa da contínua precarização dos direitos e remunerações dos trabalhadores».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: