PCP manifesta solidariedade ao Partido Comunista Colombiano

O PCP endereçou uma mensagem de solidariedade ao Partido Comunista Colombiano, na sequência do atentado à sua sede, que é também sede da União Patriótica, na passada sexta-feira, 11 de Outubro.

Para o PCP, «esta gravíssima acção provocatória, de natureza anti-comunista e anti-democrática, não pode ser dissociada da política de violência, de ameaças de morte e assassinatos visando dirigentes sociais e ex-combatentes da guerrilha, exercida pelos círculos mais reacionários da oligarquia colombiana contra as forças que na Colômbia defendem a paz, a democracia, os direitos do povo colombiano».

Para além de constituir uma nova e gravíssima afronta ao espírito do Acordo de Paz, é particularmente significativo que este atentado tenha sido levado a cabo durante a campanha para as eleições regionais, desmentindo as garantias, dadas pelo Governo, de pleno respeito do exercício dos direitos democráticos, designadamente por parte das forças que se opõem às políticas neoliberais de Iván Duque.

Na mensagem enviada, o PCP exige «das autoridades colombianas a cabal investigação e punição dos responsáveis por este atentado» e «reafirma a sua solidariedade aos comunistas e a todos os outros revolucionárias e democratas na Colômbia e à sua luta em defesa dos legítimos interesses e aspirações dos trabalhadores, camponeses e povo colombiano».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: