A Festa terá, este ano, mais 10 mil m2 à disposição do visitante
Não há Festa como esta! 30 hectares, um espaço magnífico entre o verde e o rio

CRIATIVIDADE Sim, é possível continuar a viver (e lutar) e salvaguardar a saúde pública. Isso mesmo demonstrará a edição deste ano de 2020, com mais área e esplanadas mais amplas, espectáculos respeitando normas de segurança e serviços adaptados às circunstâncias.

Se há característica que pode justamente ser atribuída à Festa do Avante! e aos que a organizam, planificam e constroem desde a primeira edição, em 1976, é a imensa capacidade de reinvenção: da FIL à Ajuda, do Jamor a Loures, da Quinta da Atalaia à extensão à Quinta do Cabo; por iniciativa própria ou por constrangimentos ditados do exterior, sempre mas sempre a Festa foi capaz de responder aos desafios com criatividade e determinação, mantendo-se o que sempre foi – a Festa da fraternidade, da amizade, da camaradagem, dos valores de Abril.

Este ano, o grande desafio é realizar a Festa assegurando as medidas de segurança sanitária impostas pelo surto epidémico de COVID-19. Só quem não conhecer o colectivo partidário comunista e os amigos da Festa do Avante! é que poderá sinceramente duvidar do êxito de tal empreendimento. Fácil não será, é certo, como nada o foi para o PCP e a sua Festa. Mas não será seguramente impossível: com organização, tenacidade e criatividade.

A realização da Festa tem, este ano, uma importância acrescida. Desde logo mostrará a possibilidade de prosseguir com a fruição da vida respeitando os aspectos de saúde pública. Divulgando e promovendo os procedimentos sanitários, a Festa é necessária como sinal de confiança e combate ao clima de medo. Demonstra, ainda, uma total confiança de que a responsabilidade cívica individual, aliada à reconhecida capacidade de organização do Partido, assegurará uma edição exemplar.

Entradas, fluxos,
áreas e palcos

A discussão em torno das medidas a tomar para garantir uma Festa segura prossegue, mas há muitas que já estão em concretização. Comecemos pela abertura das portas, que este ano serão antecipadas, de modo a evitar grandes aglomerações e cruzamento de fluxos de entradas e saídas: a da Quinta da Princesa abrirá às 16 horas e a da Quinta do Cabo uma hora antes. A abertura oficial mantém-se às 19 horas. A entrada da Medideira será aberta para os portadores de cartões de serviço e existirão canais de saída do recinto mais alargados.

Outra das grandes alterações deste ano é o aumento da área do recinto: serão mais 10 mil m2 à disposição do visitante, com a abertura de áreas que nunca estiveram acessíveis nos dias da Festa, contribuindo assim para o descongestionamento e o alargamento dos diferentes espaços.

Nesta edição da Festa haverá três palcos centrais de grande dimensão, mais o Avanteatro e o Cineavante. O Palco 25 de Abril contará com mais 6000 m2; o Auditório 1.º de Maio deixa de ter cobertura passando a ser um espaço aberto, ao ar livre, com cerca de 5000 m2; será ainda criado um terceiro palco de grandes dimensões, que aglutinará a programação prevista para outros palcos. O Cineavante funcionará em modelo de cinema ao ar livre, na zona do lago (com cerca de 3300 m2), e o Avanteatro adaptará a sua programação para teatro de rua.

Em cada um destes espaços será feita a delimitação física das áreas com a marcação de corredores e circuitos e haverá assistentes de plateia a ajudar ao cumprimento das regras.

Circuitos e conteúdos

As exposições terão controlo de entrada e um circuito linear, com entrada e saída. No Espaço Central, por exemplo, estarão patentes duas exposições: uma sobre as levadas da Madeira e outra com o lema «Confiança e luta para uma vida melhor». Já o Espaço do Livro não será, este ano, num espaço fechado, passando a funcionar numa área ampla e com sombra. Quanto ao Espaço Ciência, que abordará os 20 anos de ciência na Festa, o circuito de exposição será reformulado, com corredores de oito metros, cumprindo a lógica do «sempre em frente». A área dedicada às crianças funcionará essencialmente com a reprodução de conteúdos audiovisuais.

No Desporto estarão presentes as modalidades cujas federações já se encontrem em funcionamento. A tradicional Corrida e a Caminhada não se realizarão este ano. O Espaço Criança terá a sua área aumentada, estando ainda em estudo os procedimentos a adoptar relativamente à forma de utilização dos equipamentos. A animação de rua terá expressão reforçada nesta edição da Festa do Avante!.

Proteger, trabalhar e usufruir

A redução substancial de paredes e da densidade de construção, tanto nos espaços das organizações como nos centrais, será outra das medidas implementadas na Festa do Avante! de 2020. Isto permitirá um grande alargamento dos espaços de esplanada, de modo a garantir a colocação de mesas e assentos com o necessário distanciamento. Alargados serão, também, os espaços de vestiário destinados a todos os que cumprem turnos de serviço, tendo em conta a complexificação das normas de higienização.

Para além das equipas permanentes de higienização das esplanadas que existirão em cada espaço, será aumentado o já significativo número de pontos de água e sabão e organizadas as filas do pré-pagamento e espaços de restauração de modo a cumprir o necessário afastamento físico.

Mantendo-se como característica distintiva da Festa do Avante! a oferta gastronómica representativa das várias regiões do País, as ementas serão adaptadas de modo a reforçar circuitos «sempre em frente», evitando ou pelo menos reduzindo significativamente o retorno de utensílios para dentro dos espaços de serviço e confecção.

As questões da higiene e segurança alimentares merecerão uma redobrada atenção, do mesmo modo que as regras e procedimentos serão adaptados à presente realidade, às regras apontadas pelas autoridades de saúde e à legislação em vigor: a utilização, por quem cumpre serviços em cozinhas, bares, restaurantes e outros espaços, de equipamentos de protecção individual (nomeadamente máscaras e viseiras) e a colocação de dispensadores de álcool gel junto aos pontos de água e sabão são algumas das medidas.

Nos espaços das organizações haverá momentos de animação e iniciativas políticas.

O som geral da Festa, a revista-programa, o guia do visitante e sinalética serão veículos para transmissão de mensagens relativas às questões sanitárias e de saúde pública.

Nesta edição da Festa do Avante! haverá oito instalações sanitárias no terreno, uma das quais exclusivas para crianças. Serão garantidos o encerramento temporário em horário fixo para limpeza e desinfecção mais profundas e a presença em permanência de uma equipa de limpeza em cada uma delas.

Viver a Festa, viver a vida

Na edição deste ano da Festa do Avante! haverá, como sempre, serviços de bilheteiras, informações, perdidos e achados, pontos para carregar telemóveis e vários espaços bebé, com zona de fraldário, possibilidade de aquecer refeições e zonas para amamentação. Haverá dois locais com caixas multibanco, mas os espaços das organizações terão terminais para pagamento automático.

Esta é, reconhecidamente, uma Festa para todos: ­sanitários adaptados, plataformas para mobilidade reduzida nos palcos e linguagem gestual no comício terão outra vez lugar em 2020. À semelhança do que vem sendo feito nos anos anteriores, continuará a ser dada uma grande atenção à limpeza e à defesa do ambiente, com a utilização de utensílios de plástico biodegradável e um grande esforço visando a reciclagem de resíduos.

Ao nível dos acessos, continua a ser fácil chegar à Quinta da Atalaia de transporte público, seja ele autocarro, barco ou comboio (com autocarro gratuito desde a estação dos Foros-da-Amora). Para quem utilizar a viatura particular existem vários parques de estacionamento ao serviço dos visitantes, nomeadamente o parque na estação ferroviária de Foros da Amora. Há também um serviço de transporte adaptado e estacionamento para bicicletas nas entradas da Festa.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: