O Avante! é uma importante ferramenta para o reforço do Partido
Nos 79 anos do Avante!
Voz e bandeira dos comunistas
Os 79 anos do Avante! estão a ser comemorados em todo o País, num crescente reconhecimento por parte de militantes e organizações partidárias da importância do órgão central do PCP para o reforço da luta dos comunistas portugueses pelo socialismo.
Em Faro, cerca de 80 camaradas participaram, sábado, 20, no já tradicional jantar comemorativo do aniversário do Avante!, que contou com a presença de Anabela Fino, chefe de redacção adjunta, e com um momento musical a cargo de Luís Galrito e «Toy».
Reconfortados os estômagos com caldo verde e caldeirada de bacalhau, coube à responsável do Avante! lembrar que a vida do órgão central do PCP é indissociável da vida do Partido e que a sua história é uma história de «coragem, de resistência, de dedicação, de consciencialização política», uma história «incontornável» que continua nos nossos dias sempre que se trata de «mostrar que o caminho da democracia, da liberdade, da justiça social não é nem nunca será o caminho do capitalismo, mas sim o caminho do socialismo».
No mesmo dia, mas à tarde, no salão da Comissão de Moradores do Bairro 3 do Alto do Seixalinho, no Barreiro, mais de 35 pessoas debateram o passado e o futuro do jornal dos comunistas. Na sessão, em que participou Gustavo Carneiro, membro do Comité Central e da redacção do Avante!, reafirmou-se a confiança de que uma maior difusão do órgão central do PCP depende, fundamentalmente, da capacidade das organizações do Partido em promover, de forma mais audaz e sistematizada, a sua venda orgânica e pública.
Como que a prová-lo, estavam na sala vários militantes que asseguram a venda de rua do Avante!– um deles vendera, na quinta-feira e no próprio dia 60 jornais; e outro, que assegura semanalmente, desde há anos, uma banca no centro da cidade, distribuíra, somente naquela manhã, 45 exemplares.
Ao mesmo tempo, em A-da-Gorda, concelho de Óbidos, Domingos Mealha, redactor do Avante!, debatia com cerca de 20 militantes e simpatizantes do Partido as potencialidades de crescimento da difusão do Avante!. Naquela localidade, as vendas aumentaram consideravelmente nos últimos meses e os presentes reafirmaram a sua convicção de que é possível ir ainda mais longe.
Em Santa Iria da Azóia, concelho de Loures, também se assinalou o aniversário do Avante! no dia 20, com um convívio. Na iniciativa, na qual participou Hugo Janeiro, redactor do Avante!, destacou-se a importância do Avante! como instrumento para o reforço do colectivo partidário e o aumento da sua influência social e política entre a classe operária, os trabalhadores e a população, como ferramenta de trabalho para a divulgação da actividade e orientação do Partido, e como dinamizador da luta de massas, o caminho mais sólido na construção de uma ampla frente de luta pela ruptura e mudança de que Portugal carece.
Num ambiente de grande fraternidade e dedicação à causa dos trabalhadores e do povo, os mais de 30 camaradas concluíram a iniciativa com um lanche confeccionado com generosidade militante, ao qual não faltou sequer um bolo de aniversário para o Avante!.

Aumentar a venda

No dia 13, Domingos Mealha, participara, na Amadora, num almoço-convívio convívio de comemoração do aniversário do Avante!. No debate que se seguiu, e que contou com a presença de 20 pessoas, na sua maioria leitores assíduos do jornal, surgiram muitos elogios ao Avante! e ao seu papel, bem como algumas críticas e sugestões para melhorar o jornal e levar mais longe a voz do PCP.
Nesse mesmo dia, Hugo Janeiro participou num debate promovido pela Comissão de Freguesia de Porto Salvo do PCP, no concelho de Oeiras. Cerca de dezena e meia de camaradas debateu a história e a actualidade do Avante!, e assumiu o compromisso de, pelo aumento da difusão e venda do Órgão Central, contribuírem para o reforço do PCP e o aumento da sua ligação às massas.
No mesmo dia, num café da freguesia do Rosário, concelho de Almodôvar, realizou-se um almoço comemorativo dos 79 anos do Avante!, com a participação de cerca de 30 militantes do Partido, entre os quais se encontrava Miguel Madeira, do Comité Central. Na sua intervenção, o responsável pela Direcção da Organização Regional de Beja do PCP destacou o papel do Avante! ao longo destas quase oito décadas, valorizando o seu papel de «porta-voz» dos trabalhadores e de outras camadas sociais, transportando as suas reivindicações e direitos. Miguel Madeira não esqueceu o papel do órgão central do Partido na formação política e ideológica dos comunistas.

Ferroviários lembram Avante! clandestino

A célula no Sector Ferroviário da Organização Regional de Lisboa do PCP assinalou o aniversário de uma forma diferente, com a edição de uma brochura que evoca o papel do Avante! na luta nos ferroviários de 1969. Nessa edição, publicam-se artigos surgidos nos avantes clandestinos, de 1968 e 1969, referentes à situação daqueles trabalhadores e à sua luta.
Quarenta anos depois, os ferroviários comunistas realçam ser importante lembrar que «nesse ano de 1969, quando a censura amordaçava a voz da resistência, era no Avante! que os trabalhadores encontravam a informação sobre as suas lutas». Hoje, «continua a ser o Avante! e o PCP que os ferroviários vêem a seu lado».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: