«Totalitarianism in»

O título é o de uma exposição que esteve patente no mês de Março, no Parlamento Europeu, e que colocava no mesmo patamar o fascismo, o nazismo e o comunismo.

Como refere a deputada Inês Zuber numa pergunta à Comissão Europeia, a mostra teve como um dos patrocinadores o programa comunitário «Europe for citizans», que tem expresso num dos seus objectivos de acção querer preservar a memória do passado.

A deputada do PCP considera que «essa memória do passado deve ser preservada e divulgada com base na verdade histórica e não com base em operações de distorção da história».

Nesse sentido, sublinha que «o objectivo deste tipo de iniciativas, e da própria “Platform of European Memory and Conscience", é branquear o nazi-fascismo e condenar o comunismo».

«O seu objectivo é apagar o contributo decisivo dos comunistas e da União Soviética para a derrota do nazi-fascismo, o seu papel nos avanços nas condições de vida dos trabalhadores, o seu contributo para a libertação dos povos do jugo colonial, o seu papel contra a exploração e a guerra, após a Segunda Guerra Mundial.»

Inês Zuber interpelou desta forma a Comissão Europeia para que a informe sobre o montante da verba despendida para apoiar aquela iniciativa.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: