PCP denuncia exploração junto dos trabalhadores da Meo

Militantes do PCP estiveram no dia 16 em Santarém, junto ao local onde se realizava a reunião nacional dos trabalhadores que vendem produtos Meo/Altice porta-a-porta, a distribuir um folheto sobre os problemas destes trabalhadores e das formas específicas que assume a...

O artigo completo está disponível na edição impressa ou por assinatura on-line



Já é assinante ou comprou o Avante! esta semana?
Inicie sessão




Mais artigos de: PCP

Novos valores têm palco na Festa do Avante! 2019

CULTURA Já se encontram abertas as inscrições para o 22.º Concurso de Bandas para o Palco Novos Valores e para a Bienal de Artes Plásticas da Festa do Avante!, que este ano se realiza a 6, 7 e 8 de Setembro.

«Determinante é a política do Governo»

Reagindo à remodelação governamental «justificada com a indicação como candidatos ao Parlamento Europeu de actuais titulares de cargos governativos», o PCP sublinha que as alterações são «da estrita decisão do primeiro-ministro». «Para o PCP, para lá do papel a partir da perspectiva pessoal de cada ministro e de como...

Valorizar reformas e pensões

O PCP está a distribuir um folheto dirigido aos reformados e pensionistas no qual reafirma a sua defesa de «melhores pensões» e «condições de vida dignas». Valorizando o que foi possível alcançar nos últimos anos graças à luta desta importante camada social e à sua própria acção, o PCP lembra...

Avançar é preciso!

A campanha do PCP «Andar para trás não. Avançar é preciso!» prossegue com as organizações do Partido a levaram para a rua o esclarecimento e a mobilização para a necessidade de dar passos adiante na solução dos problemas nacionais. Em Ovar, no sábado, 16, junto ao Mercado Municipal, a distribuição do folheto de apoio à campanha foi o mote para que os militantes comunistas chegassem à conversa para dar a conhecer as soluções que o Partido preconiza, respostas, salientou-se, que tanto mais próximas de serem alcançadas quanto maior for o reforço dos comunistas e dos seus aliados, designadamente da influência e peso eleitoral da CDU nos próximos actos eleitorais.