Breves
China e Nepal reforçam cooperação

A China e o Nepal assinaram acordos de cooperação em diversas áreas, durante a visita do presidente Xi Jinping a Katmandu, no final da semana passada. Foi a primeira visita de um dirigente chinês ao Nepal nos últimos 23 anos. Xi teve reuniões com o presidente do Partido Comunista do Nepal, Pushpa Kamal Dahal, com o primeiro-ministro Khadga Sharma Oil e com a chefe do Estado, Bidya Devi Bhandari. O apoio chinês ao desenvolvimento do Nepal, as relações sino-nepalesas e os laços de amizade entre os dois partidos comunistas foram os principais temas dos encontros.


Acordo limitado entre EUA e China

Os Estados Unidos e a China conseguiram um acordo limitado na sua procura de um pacto mais amplo para terminar a guerra comercial travada por Washington contra Pequim. «Alcançámos um acordo significativo de primeira fase, mas ainda não está redigido», disse aos jornalistas o presidente Donald Trump, depois de reunir-se na Casa Branca com o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He. Nos dias 10 e 11, em Washington, decorreram conversações bilaterais sobre comércio, à porta fechada. Trump afirmou que espera assinar o acordo, com o seu homólogo Xi Jinping, talvez durante o Fórum de Cooperação Económica Ásia-Pacífico, no Chile, em Novembro.


Kais Saied foi eleito presidente da Tunísia

O constitucionalista Kais Saied, que não pertence a qualquer partido, venceu a segunda volta da eleição presidencial tunisina com 76,9% dos votos, anunciou o canal público de televisão Wataniya, em Tunes. O jurista, de 61 anos, conservador, obteve mais de 50 pontos percentuais de vantagem sobre o seu adversário, Nabil Karoui, homem de negócios, perseguido pela justiça por fraude fiscal e proprietário do canal Nessma TV, que conseguiu 23,1% dos votos. O partido de inspiração islamista Ennahdha, que venceu as eleições legislativas de 6 de Outubro, manifestou apoio ao presidente eleito da República da Tunísia.