Companheiro Vasco sempre
Pela primeira vez sem a presença física entre nós do General Vasco Gonçalves, comemoramos um aniversário do 25 de Abril, o trigésimo segundo. E este é, certamente, um dado marcante das comemorações populares deste ano.

Superior a qualquer romance policial ou de espionagem
Nova tragédia na Irlanda do Norte
A Páscoa voltou e a paz declarada na Sexta-Feira Santa de 1998 e que por um breve período parecia ganhar condições para afirmar-se, está destruída. Os partidos protestantes e reaccionários, temerosos de que o sistema colonial desaparecesse e tudo acabasse numa Irlanda unida, prepararam, com a colaboração dos serviços britânicos de ‘intelligence’ a solução suprema.

O Verão à porta e o Governo não dá resposta
Bombeiros voluntários<br> exigem regulamentação
A coragem e entrega dos soldados da paz no combate às chamas que todos os anos assolam o País é reconhecida e constantemente elogiada pelas populações e pelo poder político. Mas, apesar dos sacrifícios, os bombeiros voluntários continuam sem ver reconhecidos os mais elementares direitos, enquanto trabalhadores, denunciou Mário Alves, dirigente do STAL/CGTP-IN, em entrevista ao Avante!.

Devido à diminuição da dedução especifica
Reformados pagam mais <br>26 milhões de euros de IRS em 2006
Em Novembro de 2005, aquando do debate do Orçamento do Estado para 2006 na Assembleia da República, o Governo apresentou uma proposta, depois aprovada apenas pelo grupo parlamentar do PS, que reduziu a chamada dedução específica que beneficia os rendimentos da categoria H, ou seja, rendimentos de pensões, de 8283 euros para 7500 euros. Isto determinou o seguinte: em 2005, os reformados com pensões iguais ou inferiores a 8283 euros por ano, o que correspondia a uma pensão de 591 euros por mês, não pagavam IRS; em 2006, apenas os reformados com uma pensão anual igual ou inferior a 7500 euros por ano, o que corresponde a uma pensão mensal de 535 euros, é que não pagarão IRS.