8.º Congresso da JCP, em Gaia
A construção de um futuro <br>de igualdade e justiça
O 8.º Congresso da JCP realizou-se em Vila Nova de Gaia, no sábado e no domingo, com cerca de 750 delegados. O espírito do lema - Transformar o sonho em vida - esteve presente em todas as intervenções, com vista à construção de um futuro de igualdade e justiça.

JCP 8.º Congresso
Perfil dos delegados e da Direcção Nacional
Cerca de 750 delegados participaram no congresso. Do total, 699 entregaram a ficha de presença. Destes, 55 por cento eram rapazes e 45 por cento raparigas. A média de idades era de 19,8 anos. Quanto à ocupação, 44 por cento são estudantes do ensino secundário, 24 por cento estudantes do ensino superior, 23 por cento trabalhadores e 9 por cento trabalhadores-estudantes.

JCP 8.º Congresso
Da ecologia à toxicodependência
Os temas abordados no Congresso multiplicaram-se e reflectem as preocupações e problemas dos jovens, como a desertificação do interior, a co-incineração, a toxicodependência, o associativismo e direitos e liberdades.

JCP 8.º Congresso
Reforçar as relações internacionais

JCP 8.º Congresso
Mundo laboral

Ataques aos jovens trabalhadores aumentam

JCP 8.º Congresso
Organização da JCP

Maior e mais forte
A JCP está maior e mais forte desde o último congresso, em Novembro de 2002. Esta é uma das conclusões dos delegados e os exemplos multiplicam-se.

JCP 8º Congresso
Presente no Parlamento, aliada aos jovens

JCP 8.º Congresso
Formação ideológica é fundamental para militantes

JCP 8º Congresso
JCP debate Educação

Defender a escola de Abril
Sistemas de avaliação injustos, escolas sem condições, abandono por motivos financeiros são apenas alguns dos problemas com que se debatem os estudantes portugueses. Pela tribuna do Congresso passaram relatos destas realidades.

JCP 8º Congresso
Hugo Garrido:

A luta é o caminho

JCP 8º Congresso
JCP promoveu seminário internacional

Capitalismo não rima com democracia
«A luta pelas liberdades, direitos e garantias é hoje uma realidade, mediante os perigosos ataques preconizados pelas forças mais reaccionárias de todo o mundo.» Assim se lê na declaração aprovada no seminário internacional promovido pela JCP no passado dia 19, no Seixal, e no qual participaram cerca de duas dezenas de delegações estrangeiras, que participaram, nos dois dias seguintes, no 8.º Congresso da organização.

JCP 8º Congresso
Desfile em Gaia

«Bem unidos…»

Os delegados respondem
Qual a importância da JCP para o País?

Os delegados respondem
O que significa ser militante da JCP?

Os delegados respondem
Como foi a preparação do Congresso?

Jerónimo de Sousa no encerramento do Congresso
«As revoluções fazem-se<br> com organização e corações ardentes»
Ao encerrar um vibrante oitavo Congresso da JCP, Jerónimo de Sousa manifestou total confiança na capacidade dos jovens comunistas em serem não só «protagonistas do futuro mas obreiros deste presente».