O XI seminário do PT mexicano
Espaço de debate diferente e útil
O Seminário Internacional «Los Partidos Y Una Nueva Sociedad», promovido pelo Partido do Trabalho do México-PT, é um acontecimento importante para o debate de ideias no Continente Americano. O XI Seminário, este ano, confirmou a tradição. Durante três dias, de 9 a 11 de Março, 616 delegados, de 43 países, representando mais de uma centena de partidos e organizações de todos os continentes, reunidos na capital mexicana discutiram os grandes problemas da humanidade, num momento de crise civilizacional.

Defesa Nacional e Forças Armadas
Lógicas perigosas e reveladores silêncios
O conjunto de medidas e directivas que vão saindo para a administração pública, no quadro da vasta ofensiva que contra ela está lançada, vão também fazendo caminho em matéria de enquadramento futuro das carreiras dos militares. Desde logo a intenção de suprimir os diferentes suplementos remuneratórios existentes e cuja criação visou introduzir compensações resultantes de especiais situações de exigência profissional. É que uma coisa é admitir se que exista necessidade de correcções e outra, bem diferente, é a sua supressão, com base numa lógica igualitária, cujo único sentido é, mais uma vez, a lógica da poupança.

A redução do défice
Os maus resultados do «bom aluno» (1)
O Governo de Sócrates acabou de anunciar com pompa e circunstância a redução do défice orçamental de 2006, não para 4,6% do PIB como exigia a Comissão Europeia, mas sim para 3,9% para ser considerado «bom aluno», procurando apresentar tal redução como um grande feito e como também fosse um grande objectivo nacional.

A propósito do Encontro Nacional do PCP sobre Cultura
Aprofundar a vertente cultural da democracia
A crise nas instituições e organismos do Estado com responsabilidades na área da Cultura atingiu, nos últimos tempos, pontos de ruptura. São sintomas disso a ameaça de paralisia no funcionamento dos museus e as deprimentes «novelas» da demissão do director artístico do Teatro de S. Carlos e das vergonhosas cedências do Governo PS (em prejuízo do interesse público) a Joe Berardo, no negócio em torno da colecção de arte do «benemérito» comendador e do espaço público em que será exibida, o Centro Cultural de Belém.