Breves
S. Paio de Oleiros
CT com grande actividade
O Centro de Trabalho do PCP de S. Paio de Oleiros tem mantido grande actividade desde a sua recente inauguração, abrindo todos os fins-de-semana as suas portas a fraternais momentos de convívio. Na noite de sábado, 20 de Setembro, por exemplo, cerca de 50 pessoas participaram no já habitual convívio, cantando e dançando ao som do grupo T’Alegre, de Mozelos e partilhando, no final da noite, uma pequena ceia.

Torre de Moncorvo
Defender as populações
A Comissão Concelhia de Torre de Moncorvo do PCP congratula-se com a recente decisão do Governo de avançar com a construção da Barragem do Saber, obra que os comunistas reivindicam há muito pela sua importância estratégica para a região e para o País. Espera, contudo, que a obra avance «sem mais demoras ou outras manobras dilatórias» e salvaguarde naturalmente os legítimos interesses das populações e dos proprietários afectados, designadamente os agricultores do Felgar, com «indemnizações justas e adequadas».
A Concelhia do PCP, que condena o encerramento a breve prazo dos serviços técnicos da EDP em Torre de Moncorvo, designadamente pelas dificuldades que vai criar a nível de resposta atempada às avarias, teme ainda pelo encerramento do SAP que, a concretizar-se, lesaria gravemente as populações.

Encerramento de escolas
Ensino mais elitista
O Governo PS continua a querer iludir os problemas do País, nomeadamente em matéria educativa, acusa a Comissão Nacional do PCP para as Questões da Educação e Ensino. O encerramento de escolas e insuficiência de meios humanos e técnicos em milhares de outras, a instabilidade no corpo docente, as sucessivas «reformas» sem avaliação séria dos seus resultados, os elevados custos com a educação suportados pelas famílias são factores que afectam negativamente o percurso escolar das crianças e jovens e levam a uma crescente elitização do ensino.
Na verdade, já encerraram cerca de 500 escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico, sem que o número de alunos justifique grande parte dos encerramentos (mais de 2000 em 2 anos). Aliás, muitas das escolas de origem tinham melhores condições do que as de acolhimento. Entretanto, estes encerramentos «obrigam milhares de crianças entre os 6 e os 10 anos a fazer percursos longos e/ou demorados, muitas vezes com falta de segurança» e em prejuízo do relacionamento familiar e dos tempos lúdicos, o que necessariamente prejudica a sua aprendizagens e relação com a escola. Ou seja, insiste o PCP, a prazo, esta política repercutir-se-á no percurso escolar dos jovens e funcionará «como factor de alteração negativa da realidade social e demográfica, principalmente no interior», com todos os prejuízos que daí resultam para o desenvolvimento do País.

Festa do Avante!
Construtores em convívio
Cerca de meia centena de militantes e simpatizantes do Partido Comunista Português reuniram-se, no passado dia 23, no Centro de Trabalho do PCP da Quinta do Conde, para uma fraternal convívio. Um merecido convívio, já que a eles de deve a construção e animação dos pavilhões de Sesimbra e da Medideira (Quinta do Conde) na Festa do Avante!.
A ocasião foi aproveitada ainda para trocar opiniões e tomar conhecimento da evolução de algumas obras que a autarquia CDU está a executar na Quinta do Conde.