Comunicado do Comité Central do Partido Comunista Português
<b><font color=0094E0>Reforçar o Partido e a luta</font></b>
O Comité Central do PCP, reunido a 2 e 3 de Março de 2008, procedeu à análise da situação política e dos efeitos decorrentes da política de direita do governo PS que, passados três anos das eleições legislativas, conduziram a um País mais desigual, mais injusto, mais dependente e menos democrático. O Comité Central avaliou o desenvolvimento da luta social nas suas diferentes expressões e em particular a luta de massas. O Comité Central do PCP assinalou o êxito da Marcha Liberdade e Democracia em resposta à prolongada e profunda ofensiva contra o regime democrático. O Comité Central deu início à primeira das três fases de preparação do XVIII Congresso que irá decorrer em Lisboa, no novo espaço multiusos/Campo Pequeno, e cuja realização é inseparável do reforço do Partido, de uma intensa iniciativa política e de um forte contributo dos comunistas para o êxito da luta contra a política do governo e por um outro rumo para Portugal.

Resolução do Comité Central
<b><font color=0094E0>Sobre o XVIII Congresso do Partido Comunista Português</font></b>

Mais de 50 mil pela Liberdade e Democracia
Lisboa de vermelho
A maré cheia que no sábado tingiu o Rossio de vermelho, quando mais 50 mil militantes comunistas e outros democratas o fizeram transbordar numa poderosa demonstração do seu empenho na defesa da liberdade e da democracia, não foi apenas o reafirmar da vitalidade do PCP. Foi também a confirmação, sem margem para dúvidas, de que os valores de Abril estão vivos e de que os comunistas e os outros democratas portugueses estão dispostos a lutar para os defender e aprofundar.