Nos últimos anos registaram-se progressos na organização do Partido
Santa Maria da Feira
Assembleia revela um Partido mais forte
Realizada no dia 4, a VI Assembleia da Organização Concelhia de Santa Maria da Feira do PCP revelou progressos na organização e intervenção do Partido.
«O Partido mais forte num concelho melhor» foi o lema da Assembleia, realizada no Centro de Trabalho do PCP nesta cidade do distrito de Aveiro. Com base num projecto de resolução, previamente debatido nas organizações partidárias locais, a Assembleia procedeu a um balanço aprofundado da acção do Partido nos últimos dois anos e da situação social e política do concelho. E definiu medidas e objectivos futuros.
No debate, em que participaram várias dezenas de militantes do Partido, surgiram notas dos progressos registados na organização concelhia e da sua rica e intensa actividade neste período. Não só junto dos trabalhadores e de outras camadas atingidas pela política de direita do Governo PS, mas igualmente virada para os muitos problemas estruturais e locais que continuam a afectar a qualidade de vida dos feirenses e a que gestão municipal PSD tarda em dar resposta.
As diversas intervenções abordaram as questões da luta e da resistência contra a ofensiva antilaboral que o Código do Trabalho corporiza; do contínuo ataque à escola pública e ao ensino universal e gratuito; da intervenção e organização do Partido no concelho e da necessidade do seu reforço ante os múltiplos desafios e tarefas que lhe estão colocados.
João Frazão, membro da Comissão Política, realçou a importância da Assembleia, para mais no contexto actual de uma grave crise do capitalismo, cujas razões e causas profundas radicam nas suas contradições insanáveis e evidenciam uma vez mais a validade e actualidade da análise marxista. Mas também, acrescentou, num momento alto da luta de massas no nosso País.
A realização próxima do XVIII Congresso do Partido exige o contributo de todos os seus membros na leitura, estudo e discussão das teses respectivas, com vista ao apuramento da opinião e vontade colectivas.
A resolução política da Assembleia, depois de receber diversas alterações e acrescentos, foi aprovado por unanimidade. Também a propostas de Comissão Concelhia mereceu o voto unânime dos delegados. O novo organismo dirigente ficou composto por 23 elementos.
No semana anterior, teve lugar no concelho a Assembleia da Organização de Freguesia de São Paio de Oleiros do PCP. Foi feito o balanço da actividade do Partido, a definição de tarefas futuras e a eleição da Comissão de Freguesia. Esta ficou composta por 11 elementos, dos quais três eleitos pela primeira vez.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: