«O Segredo» no DOCLisboa
Integrado na programação do Festival Internacional de Documentário de Lisboa (DOCLisboa), foi exibido, sexta-feira, no Cinema Londres, e segunda-feira, na Culturgest, «O Segredo», de Edgar Felman.
Neste filme, que teve a sua estreia na Festa do Avante!, António Dias Lourenço, hoje com 93 anos, relembra os anos de encarceramento no Forte de Peniche, durante a ditadura fascista em Portugal, focando-se no episódio da sua evasão em 1954.
É essa fuga, de uma coragem física notável, que o filme pretende mostrar. Percorrendo a velha cadeia de alta segurança e o que resta do antigo edifício, Dias Lourenço evoca as peripécias pelas quais passou para se evadir e mostra algumas das salas onde ele e os seus camaradas viviam diariamente.
«Este filme retrata alguns aspectos de uma fase da vida nacional, de grande importância politica, que está na base da destruição do regime fascista e na criação de um novo regime democrático em Portugal», disse, na ocasião, António Dias Lourenço.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: