Greve suspensa na <i>CACIA</i>
Desde 18 de Fevereiro em greve parcial de meia-hora, a meio de cada turno, os trabalhadores forçaram a administração da Renault-CACIA, em Aveiro, a agendar uma reunião para anteontem, motivo pelo qual a greve foi suspensa na segunda-feira, mas apenas até ontem. A comissão sindical avisou que, se aquela reunião fosse inconclusiva, a luta iria endurecer, passando a paralisação a ser de uma hora no final de cada turno, informou à Lusa o membro desta organização representativa dos trabalhadores, Manuel Chaves.
Até à data, a administração não tinha respondido ao caderno reivindicativo sindical onde são reclamados aumentos de quatro por cento, para que possa ser reposto o poder de compra perdido em 2009, por não terem sido actualizados os salários.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: