Defender direitos na Frustock

Image 13240

Em solidariedade com o delegado sindical Daniel Ferreira, alvo de tentativa de despedimento, dezenas de pessoas concentraram-se, sexta-feira, 17, à porta da Frustock, na Abrunheira, em Sintra. A iniciativa, convocada pelo Sindicato da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos (Sintab) e pela União de Sindicatos de Lisboa (USL), contou com as presenças do coordenador da USL, Libério Domingues, e de Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP-IN.

Fernando Rodrigues, presidente do Sintab, explicou ao Avante! que o representante dos trabalhadores foi informado da intenção de extinção do seu posto de trabalho, no dia 3 de Maio, imediatamente após ter convocado um plenário. Daniel Ferreira foi, posteriormente, impedido de entrar nas instalações. O Sintab apresentou queixa na Autoridade para as Condições de Trabalho, mas esta alegou falta de meios humanos para intervir com celeridade.

«Sinto que tenho a solidariedade dos meus colegas. Alguns já se sindicalizaram, demonstrando que pretendem defender os seus direitos, pois esta luta é de todos os trabalhadores da Frustock», disse-nos Daniel Ferreira.

O plenário agendado para o próximo dia 27 tem como objectivo discutir o incumprimento por parte da empresa do contrato colectivo de trabalho.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: