Aconteu
TC chumba acesso a metadados

O Tribunal Constitucional (TC) considerou, dia 27, inconstitucional a norma do novo regime do Sistema de Informação da República Portuguesa (SIRP) que permitia aos agentes dos serviços de informações acederem a metadados (dados de localização e de tráfego de comunicações).
O diploma, aprovado dia 22 de Julho, com os votos do PSD, CDS e PS, violava claramente o n.º 4 do artigo 34.º da Constituição, segundo o qual «é proibida toda a ingerência das autoridades públicas na correspondência, nas telecomunicações e nos demais meios de comunicação, salvos os casos previstos na lei em matéria de processo criminal».
Dos sete juízes que apreciaram o diploma, seis votaram pela inconstitucionalidade e apenas um votou vencido.


Incêndios devastam território

Mais de quatro mil incêndios rurais foram combatidos em Agosto por quase cem mil bombeiros, com o auxílio de 25 423 veículos e 1947 meios aéreos.
Segundo um balanço divulgado, dia 1, pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), já no mês de Julho foram registados 4056 fogos.
Em número de incêndios, os distritos do Porto e Braga encabeçam a lista. Já em relação à área ardia, os mais atingidos foram Viana do Castelo, Guarda e Braga.
Este ano já ocorreram quase 13 mil fogos, mais do que a média da última década, que destruíram quase 44 mil hectares.


Armas e homicídios nos EUA

Os Estados Unidos são o país desenvolvido com mais armas por habitante, existindo 89 armas por cada 100 pessoas, sem contar com o armamento policial e militar.
De acordo com a agência AFP, os norte-americanos também estão na liderança no que toca ao número de homicídios por arma de fogo, com 29,7 homicídios por ano por milhão de habitantes.
O segundo país desenvolvido com a taxa mais alta é a Suíça, com 7,7 homicídios por um milhão de habitantes. Já a Austrália, que aprovou legislação restritiva sobre armas de fogo, viu a sua taxa de homicídios baixar para metade desde 1996 (1,4 homicídios por um milhão de habitantes).


Évora conquista bronze em Pequim

Nelson Évora conquistou, dia 27, a medalha de bronze do triplo salto no mundial de atletismo em Pequim, com uma marca de 17.52 metros. Christian Taylor (EUA) levou o ouro e Pedro Pichardo (Cuba) conseguiu a prata.
Na segunda-feira, 31, o atleta de 31 anos foi recebido com aplausos à chegada ao aeroporto de Lisboa.
No mundial de atletismo, Ana Cabecinha esteve próxima das medalhas ao terminar, dia 28, em quarto lugar, os 20 quilómetros marcha, com o tempo de 1:29.29 horas, a um minuto e 44 segundos da primeira classificada, a chinesa Liu Hong.


Centenário de Ingrid Bergman

Os amantes da sétima arte celebraram, no sábado, 29, o centenário do nascimento de Ingrid Bergman, falecida em 1982. Considerada uma das maiores estrelas de cinema de todos os tempos, a actriz sueca participou em numerosos filmes, entre os quais se destaca «Casablanca», «Por Quem os Sinos Dobram», baseado no romance de Ernest Hemingway, «Sonata de Outono» ou ainda «Um Crime no Expresso do Oriente».


Manuela Azevedo lança livro aos 104 anos

Manuela de Azevedo, a primeira mulher em Portugal a receber a carteira profissional de jornalista, festejou o seu 104.º aniversário com o lançamento do livro «O Pão que o Diabo Amassou», numa sessão realizada, segunda-feira, 31, na Casa da Imprensa, em Lisboa.
Trabalhou nas redacções da Vida Mundial, Diário de Lisboa e Diário de Notícias, onde terminou a carreira profissional, aos 80 anos.
Professora, crítica de arte, jornalista e escritora, publicou dezenas de livros de poesia, contos, novelas, ensaios, biografias, crónicas, romances e peças de teatro.
Em Constância, desenvolveu durante mais de meio século uma obra dedicada a Luiz de Camões, com destaque para a fundação da Associação, a construção da Casa-Memória, a criação do Jardim-Horto Camoniano e a instalação do Monumento a Camões.
Anteontem, dia 1, Manuela de Azevedo foi agraciada pela Presidência da República com o grau de Comendador da Ordem da Liberdade.



Resumo da Semana
Frases