Reformados
e pensionistas querem ter um envelhecimento activo
MURPI realiza 8º Congresso
Envelhecer com dignidade

A Confederação Nacional de Reformados, Pensionistas e Idosos – MURPI vai realizar no dia 29, no Fórum Lisboa, o seu 8.º Congresso Nacional.

Sob o lema «A força dos reformados – Por um movimento associativo forte – Por pensões e condições de vida dignas», no Congresso será debatida a intervenção deste grupo social na vida activa e participativa no nosso País.

«A nossa sociedade tem sido confrontada com a diabolização dos problemas relacionados com o seu envelhecimento demográfico e os sucessivos governos têm promulgado medidas que têm fragilizado ainda mais a situação social e económica deste grupo social, desprotegendo-os na saúde e na protecção social, criando e promovendo a lógica do confronto entre gerações», afirma, em comunicado à comunicação social, o MURPI.

No documento, a Confederação refere ainda que «o aumento médio da esperança de vida é uma conquista civilizacional da humanidade» e salienta que «os reformados e pensionistas querem ter um envelhecimento activo, com a garantia da sua livre e espontânea participação neste movimento associativo que promove a valorização dos saberes e a integração social, ao mesmo tempo que cuida de garantir a defesa do direito a envelhecer com dignidade, na salvaguarda dos seus direitos, na lógica da solidariedade intergeracional».




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: