José Barata

A Associação de Praças promove no dia 18, sábado, pelas 11 horas, no cemitério de Oeiras, uma romagem à campa de José Barata Júnior, assinalando o segundo aniversário do falecimento do comendador da Ordem da Liberdade, participante na Revolta dos Marinheiros.

José Barata era sócio benemérito da AP e os órgãos sociais da associação decidiram promover todos os anos esta homenagem. No convite à participação, evoca-se o contributo que José Barata deu à acção de 8 de Setembro de 1936, quando marinheiros dos vasos de guerra Dão, Afonso de Albuquerque e Bartolomeu Dias, «numa gesta militar sem precedentes, em pleno governo salazarista, se sublevaram, exigindo a libertação e reintegração de 17 camaradas seus que haviam sido arbitrariamente demitidos e presos pelo regime fascista todo poderoso», que «era o inimigo comum tanto das praças da Armada como do povo português».

José Barata Júnior nasceu em Lisboa, a 26 de Agosto de 1916, e faleceu a 7 de Junho de 2014, nas instalações do Centro Social da Armada, em Oeiras. Na nota que então divulgou, o Secretariado do Comité Central do PCP recordou que aos 16 anos se alistou na Armada e veio a aderir à Organização Revolucionária da Armada, sendo nessa qualidade que participou activamente na Revolta dos Marinheiros.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: