No Bairro da Bela Vista<br>move-se montanhas

LUSA

Image 21560


Jerónimo de Sousa esteve na manhã de domingo, 30 de Outubro, no Bairro da Bela Vista, em Setúbal, um bairro de renda social, da responsabilidade da Câmara Municipal, onde residem cerca de seis mil pessoas. Com esta acção, o PCP pretendeu valorizar a luta dos moradores contra aquela que ficou conhecida por «lei dos despejos», da autoria do anterior governo PSD/CDS e as alterações introduzidas já este ano na Lei da Renda Apoiada, mais favorável aos inquilinos.

A visita iniciou-se com a passagem pelo espaço «A Nossa Casinha», onde os moradores tiveram a oportunidade de realçar à delegação comunista – que para além do Secretário-geral englobava eleitos do PCP e da CDU na Assembleia da República, na Junta de Freguesia de São Sebastião e da Câmara Municipal de Setúbal – as actividades culturais e sociais que promovem neste espaço, que ocupa um apartamento de quatro divisões num rés-do-chão de um dos muitos prédios do bairro. Esta iniciativa enquadra-se no programa municipal «Nosso Bairro, Nossa Cidade», que fomenta a participação das populações de diversos bairros do concelho em decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito.

Para além da participação na tomada de decisões, os moradores são também estimulados a empenhar-se na sua concretização, numa lógica de – nas palavras do município – «formação de lideranças e de mobilização popular». Este programa organiza-se em cinco eixos de prioridade: intervenção com jovens; educação, formação e emprego; imagem e visibilidade; vida em comunidade; promoção da participação das pessoas.

Jerónimo de Sousa passou ainda por um dos prédios em que funciona um condomínio com representantes eleitos pelos moradores e no qual é visível um conjunto de melhorias na limpeza, na realização de pequenas reparações e, de forma mais geral, na sua manutenção.

Solidariedade e unidade

A visita terminou com uma sessão pública na sede do programa «Nosso Bairro, Nossa Cidade», que começou com a actuação de um grupo de dança juvenil. Vários moradores deram aí nota de muitas das iniciativas desenvolvidas pelas comunidades locais e da acção em defesa das alterações à lei de renda apoiada, saudando o apoio constante do PCP e das autarquias de maioria CDU no concelho de Setúbal, particularmente a Junta de Freguesia de São Sebastião (onde se localiza o bairro) e a Câmara Municipal.

Na sua intervenção, o Secretário-geral do Partido começou por agradecer aos moradores a forma «generosa, aberta e solidária como receberam o PCP no vosso bairro, como nos mostraram as vossas casas, o vosso trabalho, a extraordinária evolução que a Bela Vista teve», acrescentando que o PCP tem «aprendido muito» com a forma como demonstraram que «a solidariedade, a unidade, a dignidade podem transformar um bairro inteiro».

Valorizando o facto de a população do Bairro da Bela Vista nunca ter desistido de lutar «contra as alterações à lei da renda apoiada, nem mesmo quando parecia que o governo do PSD e do CDS estava de pedra e cal e que tinha toda a força do mundo», o dirigente comunista realçou ainda que essa luta revela como a «unidade, a persistência e a organização podem mover montanhas». Jerónimo de Sousa apelou aos moradores para que continuem a confiar na sua força para que, «unidos e organizados, tomarem nas vossas mãos os destinos das vossas vidas, não só sobre a casa e o bairro, mas também sobre o emprego, a escola, a saúde, os transportes, sobre a sociedade em geral». O que a experiência do Bairro da Bela Vista mostra igualmente é a importância de ter no poder local quem esteja ao lado das populações e da justiça.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: