Guardas prisionais em greve

Entre quinta-feira e sábado os guardas prisionais estiveram em greve. No primeiro dia, como referiu à agência Lusa o presidente do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional, durante uma vigília junto ao Ministério da Justiça, a adesão foi de cerca de 85 por cento. Desde a vigília de Janeiro, o Governo «nada mudou» para responder a exigências relativas a condições de trabalho e aposentação, ao aumento dos efectivos e a promoções na carreira, entre outras matérias.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: