Lutas e vitórias de 2018 projectam-se no novo ano

2019 será um ano exigente. Há muita luta para travar: de trabalhadores, reformados e pensionistas, estudantes, agricultores, micro, pequenos e médios empresários, mulheres. Lutas por salários e direitos, por reformas e pensões dignas, pela defesa e valorização dos serviços públicos, pelo direito à saúde, à educação, à habitação, à cultura e ao desporto, pela igualdade, por uma vida digna, pela paz e solidariedade, pela salvaguarda da memória da resistência antifascista.

Para os comunistas, 2019 será também um ano para prosseguir e levar ainda mais longe o indispensável reforço da organização e intervenção partidárias, que no ano que agora findou alcançou resultados positivos. As três eleições – para o Parlamento Europeu, Assembleia Legislativa Regional da Madeira e Assembleia da República – serão momentos importantes para o futuro do País a exigir grande mobilização do colectivo partidário e as comemorações do 45.º aniversário da Revolução de Abril uma oportunidade ímpar para afirmar as suas conquistas e projectar os seus valores no presente e no futuro de Portugal.

Nas páginas seguintes publicamos um conjunto de imagens representativas do que foi o ano de 2018, em Portugal e no mundo. As lutas travadas e as vitórias alcançadas são estímulo e dão força acrescida aos combates que continuam.

 

 

 

- Caderno especial neste número do Avante!

 (clique para folhear)

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: