Breves
Lutar por Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa voltou a rejeitar, no dia 23 de Janeiro, uma moção do PCP que defendia a suspensão do «projecto da linha circular do Metropolitano». Para os comunistas, o investimento devia ser canalizado para a expansão deste transporte para a zona Ocidental e Loures. «A abstenção do BE e a ausência da cabeça de lista do PSD, Teresa Leal Coelho, permitiram que o PS chumbasse a proposta por oito votos contra, uma abstenção e sete a favor», informa o Partido, que vai continuar a «lutar contra esta péssima opção» e «em defesa dos utentes dos transportes públicos».

No dia 24, as eleitas do PCP na Assembleia Municipal e na Assembleia de Freguesia de Campolide, Natacha Amaro e Maria José Arnaldo, respectivamente, visitaram os serviço do Posto de Limpeza do Bairro da Serafina. Segundo a CDU, as condições de trabalho, especialmente dos espaços verdes e da pavimentação de passeios, são «aviltantes».


Évora a Capital Europeia da Cultura

A candidatura da cidade de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 quer diferenciar-se pela «identidade cultural alentejana» e agregar toda a região, afirmou, à Lusa, no passado dia 27, Carlos Pinto Sá, presidente do município alentejano, de maioria CDU. O autarca apontou que «em primeiro lugar» a candidatura de Évora pretende «diferenciar-se pela identidade cultural alentejana, que mais ninguém tem», e que essa «diferença fundamental deve ficar marcada».

Sendo obrigatoriamente candidaturas apresentadas por cidades, sublinhou o presidente da Câmara Municipal, esta «será a de Évora», mas os promotores também querem que «seja a de todo o Alentejo». Nesse sentido, revelou, já há «um conjunto de câmaras que está a participar no processo» de elaboração da candidatura, nomeadamente os municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC).


Vigília no Barreiro

Amanhã, sexta-feira, às 17h00, a Comissão de Utentes dos Serviços Públicos (MUSP) do Barreiro vai realizar uma vigília contra o pagamento do estacionamento no Centro Hospitalar Barreiro Montijo. O protesto – junto do equipamento – conta com o apoio da União de Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN e da Associação de Mulheres com Patologia Mamária.


Aeroporto de Lisboa

A Plataforma Cívica BA6 Não! promove hoje, dia 6 de Fevereiro, entre as 18h00 e as 20h00, na Sociedade «Voz do Operário», em Lisboa, uma sessão pública sob o tema «Aeroporto de Lisboa, que futuro?».


Linha de Sintra

Anteontem, 4, a Comissão de Utentes da Linha de Sintra (CULS) realizou uma acção de protesto, junto da Estação da CP na Amadora, para denunciar a degradação do serviço público ferroviário. «Nos comboios, os passageiros viajam em condições de grande desconforto e insalubridade, apertados entre si e contra as portas», alerta a CULS, que exige do Governo e da CP o «aumento da oferta de comboios, sobretudo durante as horas de ponta», o «fim das supressões e dos atrasos», «investimento em novos comboios e na renovação das estações», «condições de transporte dignas e confortáveis» e «estações limpas e abrigadas do frio e da chuva».


Utentes de Aveiro

Na Resolução do Encontro Regional dos Utentes dos Serviços Públicos de Aveiro, que decorreu no passado dia 25, refere-se que as medidas apresentadas no Orçamento do Estado pelo Governo são «claramente insuficientes». «As questões apresentadas, nos vários serviços públicos, são muitas vezes comuns e reflectem o processo que há dezenas de anos vem sendo elaborado por políticas subscritas pelos sucessivos governos, que, ano após ano, têm assumido consequências dramáticas na vida dos portugueses», alerta o documento.