Marrocos/UE
Acordo ilegal
Um parecer jurídico do Parlamento Europeu, discutido dia 23 na respectiva Comissão de Pescas, veio confirmar as repetidas denúncias dos deputados do PCP sobre a ilegalidade do acordo de pesca da UE com Marrocos, aprovado em 2006.
O documento levanta sérias reservas à aplicação do acordo, afirmando não ser possível confirmar que o mesmo esteja em conformidade com o Direito Internacional. Por outro lado refere que não está demonstrado que as verbas resultantes da aplicação do Acordo beneficiem a população do Saara Ocidental.
Como lembra em comunicado de imprensa o grupo parlamentar do PCP, os seus deputados no PE apresentaram na altura várias propostas de alteração a este acordo, que implicavam a exclusão do seu âmbito das águas do Saara Ocidental. No final foram os únicos deputados portugueses que votaram contra, defendendo de forma consequente os legítimos interesses do povo saraui.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: