Encontro entre o PCP e a CGTP-IN

No âmbito da preparação de uma proposta para uma política alternativa, patriótica e de esquerda, o PCP encontrou-se, sexta-feira, com a CGTP-IN.

Nesta reunião – que se insere numa visão mais abrangente de contactos com organizações e movimentos sociais –  verificou-se, segundo Jerónimo de Sousa, à saída do encontro, uma «convergência relativa ao desenvolvimento do País», que passa «pela valorização dos direitos dos trabalhadores, dos salários e do emprego», mas também pelo «desenvolvimento económico, em relação ao mercado interno», com a possibilidade de as pequenas e médias empresas «continuarem a viver, criando mais emprego, escoando a sua produção, reduzindo as importações».

O PCP e a CGTP-IN estão ainda contra a perda de soberania, com a «tutela do estrangeiro a impor a Portugal o que se deve fazer nos próximos anos», particularmente «em relação à divida externa». «Criaram a ideia de que o povo português vivia acima das suas possibilidades, quando a maior parte da dívida é privada. Houve foi um sector financeiro, os grupos económicos, que na sua ânsia do lucro, especularam, recorreram a essa dívida, ficando os encargos para o País e para os portugueses», explicou o Secretário-geral do PCP.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: