Não docentes insistem

Cerca de meio milhar de trabalhadores não docentes de estabelecimentos do ensino público deslocaram-se a Lisboa, no dia 20, para um plenário nacional, promovido pela federação e sindicatos da Função Pública, persistindo na luta contra a precariedade do trabalho e para que o Governo responda ao caderno reivindicativo que foi apresentado há vários meses. Nesta acção – que começou junto à estação de Entrecampos, de onde os trabalhadores desfilaram até ao MEC, gritando palavras de ordem como «dignidade na função é qualidade na educação» e «na escola é insuficiente o pessoal não docente» – participou também o secretário-geral da CGTP-IN.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: