«Silêncios e tanta gente» denuncia a escravatura dos tempos modernos

No dia 22 de Setembro estreia no Espaço Boutique da Cultura, em Lisboa, às 21h30, a peça «Silêncios e tanta gente», na qual o Movimento Democrático de Mulheres (MDM) e a Boutique da Cultura «dão voz às vítimas de tráfico humano, rompendo silêncios sobre a escravatura dos tempos modernos». A produção vai estar em cena nas duas semanas seguintes (às terças, quartas e quintas-feiras, sempre às 21h30).

«Este é um grande desafio, trazer para o palco do espectáculo e para o palco da vida um tema duro, forte: o tráfico de seres humanos. Terá coragem para assistir a esta peça? Gente, muita gente, que em busca de uma vida melhor, é traída e transformada em mercadoria», denuncia o MDM, acrescentando: «Vendidas, compradas, oferecidas, trocadas. Privadas de liberdade, são sujeitas à mais atroz violência e tortura... Porque o mais atroz das coisas más, das pessoas más, é o silêncio das pessoas boas».

Dada a lotação actual da sala é aconselhável reservar ou adquirir rapidamente o seu bilhete, à venda na BOL, na Boutique da Cultura, em geral@mdm.org.pt e geral@boutiquedacultura.pt. Mais informações em www.boutiquedacultura.org.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: