Petrogal em Leça da Palmeira
PCP requer debate de urgência
O PCP requereu a marcação de um debate de urgência sobre a importância económica e social da Petrogal em Leça da Palmeira e consequências do seu eventual encerramento.
A decisão do Grupo Parlamentar comunista surge na sequência de notícias dando conta da intenção do Governo em fechar aquelas instalações da Petrogal, perante as conclusões do inquérito realizado às causas do incêndio em Julho último no porto de Leixões.
O próprio Primeiro-Ministro, recorde-se, em declarações sobre o assunto, veio publicamente admitir que estaria a ser considerada pelo Executivo essa hipótese.
O que, a confirmar-se, na perspectiva do PCP, constituiria uma «decisão muito grave», dadas as «enormes imlicações económicas e socais para o País».
Também «Os Verdes» e o BE, sobre este assunto, apresentaram requerimentos (que vieram a suspender ulteriormente) para ouvir em comissão parlamentar os ministros dos Assuntos Económicos e do Ambiente, bem como o actual e ex-presidente da Galp, sobre o acidente na refinaria de Matosinhos.
Os dois grupos parlamentares suspenderam esses pedidos até à realização do debate de urgência com o Governo sobre o mesmo tema suscitado pelo PCP.
A questão esteve em debate, na passada semana, na Comissão de Poder Local, Ordenamento do Território e Ambiente, com o PSD a recusar a ida à Assembleia da República do anterior e actual responsáveis da Galp, com o argumento que «o Parlamento e as comissões fiscalizam a actividade do Governo e não de empresas».


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: