Primeira vitória na Universal Motors
A luta continua!
A administração da Universal Motors – ex-Efacec -, em Ovar, pagou os salários em atraso de Agosto. Falta ainda o subsídio de férias e a garantia dos postos de trabalho, confirmou ao Avante!, o delegado sindical, António Vinha.
Foi o primeiro resultado de uma dura luta após, no dia 21, os trabalhadores terem impedido a saída de material da fábrica para França, um dia após a data limite que tinham anunciado para verem pagos os salários em atraso. Perante a situação, iniciaram mais uma vigília de 24 sobre 24 horas para impedir a tentativa da administração de encerrar a unidade. Segundo António Vinha, na reunião de dia 24, embora assumindo os pagamentos em atraso, a administração reiterou que só uma redução de pessoal poderá viabilizar a empresa. Para os trabalhadores, a empresa é viável se houver verdadeiro interesse pelo seu futuro. Com idades acima dos 40 anos na maioria, estão determinados a continuar a luta pelo direito ao trabalho, conscientes de que terão graves dificuldades para encontrar outro emprego.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: