Solidariedade comunista
Ilda Figueiredo, deputada do PCP no Parlamento Europeu, reuniu-se, no início da semana, com as trabalhadoras despedidas da Brax, à porta da empresa, em Aldeia Nova - Serzelo, Vila Nova de Gaia, para analise da actual situação e dar conhecimento das acções desenvolvidas, na defesa dos direitos das trabalhadoras.
Recorde-se que a multinacional Brax, com 450 operárias, encerrou em Janeiro e, apesar das promessas então feitas, ainda não foram pagas as indemnizações nem os salários em atraso.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: