Marcha da Rota
Cerca de uma centena de portugueses participaram, sábado, na XXI Marcha de La Rota, contra a presença de bases militares estrangeiras na Península Ibérica e cuja convocação tem por base um vasto conjunto de organizações da Andaluzia e de Espanha.
Oriundos de Alcochete, Almada, Barreiro, Lisboa, Moita, Montijo, Palmela, Seixal e Setúbal, os activistas da paz, definindo as suas posições no combate ao imperialismo norte-americano e as seus sequazes, desfilaram sobre os panos de presença do Conselho Português para a Paz e a Cooperação (CPPC) e, em particular, do seu núcleo do Seixal, enquanto desfraldaram modo bem visível muitas bandeiras do PCP.
A representação do Partido foi confiada a Miguel Soares, da DORL, e a Valdemar Santos, da DORS, cabendo a Corregedor da Fonseca, do CPPC, uma intervenção no comício que, como é habitual, encerra o desfile.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: