Greve artística
Os alunos da Escola Superior de Teatro e Cinema, em Lisboa, estiveram, de segunda a quarta-feira, em greve, contra o aumento de propinas, em 40 por cento, no próximo ano lectivo.
«Conscientes de que a cultura começa na formação e exigindo da nossa escola e do exterior a atenção e preocupação devidas à necessidade de um ensino verdadeiramente artístico em Portugal, achámos permanente manifestarmo-nos sob a forma de greve artística», afirmam os alunos, que, durante os três dias abriram as portas ao público e estrearam uma «luta artística», em vários actos, neste início do século XXI.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: