Deputado espanhol denuncia venda de armas
O eurodeputado espanhol, Willy Meyer, acusou o governo do seu país de contribuir para o rearmamento do exército marroquino, que tem, «entre outras missões, a ocupação dos territórios do Saara Ocidental».
Meyer, responsável pela secção internacional da Esquerda Unida, revelou que o governo de Zapatero concluiu um contrato com Marrocos, no calor de «de 200 milhões de euros», que envolve a venda de «1200 blindados e 800 camiões militares».
«Este megacontrato e a recente abstenção da Espanha na Comissão de Descolonização das Nações Unidas relativamente ao direito à autodeterminação do povo saauri converte o presidente do Governo espanhol num cúmplice da política marroquina», afirmou Meyer.
A denúncia foi feita no dia 8, em comunicado emitido em Bruxelas pela Esquerda Unida (terceira força política espanhola), tendo sido redifundido pela SPS - Sahara Press Service, agência da autoproclamada República Árabe Saauri Democrática.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: