O Ministério recuou em matérias já acordadas
Greve nacional com enorme adesão
Enfermeiros exigem carreiras dignas
Mais de dois mil enfermeiros desfilaram em protesto, do Ministério da Saúde à residência oficial de José Sócrates, em Lisboa, anteontem, dia em que a quase totalidade da classe aderiu à greve nacional.
Ao início da tarde de anteontem, dia em que se celebrava o Dia Internacional do Enfermeiro, o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses anunciou uma adesão na ordem dos 81,1 por cento, nos hospitais, nível que se deveria manter durante o resto do dia, segundo Guadalupe Simões, dirigente do SEP.
Nos centros de saúde, à hora do fecho desta edição, ainda o sindicato tentava apurar os resultados por distrito, mas avançou com dados que confirmavam a forte expressão da luta, designadamente em Coimbra, Leiria e em Lisboa, com enorme impacto nos serviços de saúde pública de todo o País. Nos hospitais, centros de saúde, maternidades e restantes serviços, esta luta teve forte expressão. Foi a terceira greve dos enfermeiros desde o início do ano, convocada por todos os sindicatos do sector, pelo direito à progressão na carreira, pela equiparação destes trabalhadores licenciados aos restantes, na Função Pública, e para exigirem aumentos salariais justos, entre outras matérias que se encontram em fase de negociação.
Na manifestação, os enfermeiros protestaram contra o actual processo de renegociação das suas carreiras.
No final da reunião de dia 7, com o Ministério da Saúde, a Comissão Negociadora dos Sindicatos dos Enfermeiros acusou os representantes do Governo de terem recuado em posições que já tinha acordado em encontros anteriores, motivo que levou o SEP a considerar que a greve ocorreu no momento adequado.
No comunicado de convocatória da greve, de 23 de Abril, o SEP responsabilizou o Ministério da Saúde pelo «inadmissível arrastamento» do processo negocial.
No fim da manifestação, os trabalhadores garantiram que vão prosseguir a luta pela dignidade da sua profissão e das suas carreiras profissionais, tendo manifestado total disponibilidade para prosseguir a luta.


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: